terça-feira, 30 de julho de 2013

Seguro-desemprego: reajuste em negociação

O ministro do Trabalho, Manoel Dias, disse que a mudança do cálculo para o reajuste do seguro-desemprego ainda está em negociação com o governo. A mudança de percentual para o reajuste do seguro-desemprego foi cogitada no contexto do anúncio de cortes de R$ 10 bilhões no Orçamento, pela equipe econômica do governo. A aplicação do novo índice, a ser feita a partir de agosto, provocaria impacto de R$ 250 milhões nos gastos até o fim do ano.

“Não houve recuo [por parte do Ministério do Trabalho]. Cada um tem de se fundamentar bem nas razões que defende. Por isso temos um corpo técnico competente e capaz, que vai buscar fazer contas e números”, disse o ministro. Dias acrescentou que a comissão técnica, formada para avaliar a possibilidade de reajuste, se reunirá nos próximos dias para apresentar suas conclusões antes da reunião do Codefat, marcada para a quarta-feira (31).

Sobre o veto da presidenta Dilma Rousseff à proposta de extinção dos 10% sobre o saldo do FGTS de trabalhadores em casos de demissão sem justa causa, o ministro disse que o fim da cobrança será feito quando o governo julgar oportuno. Para ele, esse valor está sendo usado para expandir a demanda no país, com mais consumo por parte da classe média. “Ninguém morreu porque está pagando 10% a mais” explicou .




Fonte: Empresas & Negócios, 29.07.2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário